Mateus 14

11/02/2013

Herodes Antipas, que era governador daquela região, ouviu falar da fama de Jesus. Ele pensava que Jesus fosse João Batista ressuscitado, por causa das mágicas que Ele fazia. Pensava assim, por que tinha mandado matar João, por causa da mulher do seu irmão. Ele tava de olho na mulher do irmão, mas João havia chamado ele de pilantra e dito que não deveria ficar com ela. A solução que encontrou pra poder curtir sua malandragem era matar João, mas ele cagava de medo do povo, que considerava João como profeta.

Um dia, no aniversário de Herodes Antipas, o cara devia estar com a cabeça cheia de cachaça, quando então sua sobrinha fez um "pole dance" na festa. Herodes babou tanto, que acabou prometendo que daria àquela mulher o que ela quisesse. Como essa sua sobrinha era filha da mulher do seu irmão, ela já tinha sido orientada pela mãe pra facilitar a sem-vergonhice que queriam fazer. A garota pediu pra cortar a cabeça do João e entregar pra ela numa bandeja. Pois como o Herodes tinha prometido, teve que mandar matar João. Os discípulos de João enterraram o corpo e foram anunciar pra Jesus o que tinham feito com seu primo.

Jesus vazou dali quando recebeu essa notícia triste. Mas o povo ficou sabendo onde ele estava foi atrás dele. Quando viu o tanto de gente que apareceu, Jesus sentiu a dor daquele povo sofrido e curou quem tava doente ali. Depois de um dia inteiro com aquela galera, os discípulos ficaram preocupados com o horário e recomendaram a Jesus mandar todo mundo embora, pois não havia nenhum McDonalds e nem padaria ali perto pra que pudessem comer. Então Jesus disse aos seus seguidores:

"Dá comida pro povo vocês mesmos, ué." Os discípulos dando uma de joãozinho sem braço, disseram que não tinha como, por que só tinham cinco pães e dois peixes. Então Jesus pegou os pães e os peixes e mandou a galera toda sentar. Olhando pro céu, abençoou aquele pouco rango e começou a repartir. Ele repartia com os seus seguidores e estes repartiam com o resto do povo. No final todo mundo comeu até virar os zóio e ainda sobrou um montão. Mais de cinco mil pessoas comeram o Mc Lanche Feliz que Jesus providenciou. Então mandou seus seguidores vazarem no barco, enquanto ele liberava a galera pra irem pra suas casas.

Depois de mandar todo mundo embora, Jesus subiu num morro pra orar sozinho. O barco com os seus seguidores já tava no meio do mar, quando então o vento e as ondas começaram a ficar fortes pra caramba. Aí os discípulos tavam lá, olhando pro nada, e quase morreram do coração quando viram Jesus andando em cima da água. Foi desespero total! Gritaria generalizada, igual quando uma barata voadora entra pela janela. E diziam: "É um fantasma!". Jesus riu e acalmou os caras: "Calmaaaa galera... sou eu. Não precisam ter medo. Vocês deviam ter visto a cara de vocês quando me viram! hahahaha".

Então Pedro, atrevido que era, pediu pra andar em cima da água também. E Jesus disse: "Pode vir!". Naquela hora, Pedro teve que fazer uma escolha. Como era pescador, sabia que era impossível andar em cima da água. Mas preferiu acreditar em Jesus do que naquilo que sabia e havia experimentado sua vida toda. Descendo então do barco, andou também em cima da água. Só que no meio do passeio, começou a lembrar de quantas vezes tentou fazer isso quando era criança e sobre como sabia que isso era impossível. O vento ficou mais forte e aí ele vacilou de vez e começou a afundar. Gritou: "Me salvaaaaaaaaaa Senhorrrrrrr!". Então Jesus pegou ele pelo braço e o tirou grandão: "Ô falta de fé, heim Pedro! Duvidou de mim por que?".

Entraram então no barco e o vento parou. A galera se borrou toda de medo e o admiravam profundamente, confirmando que ele era o filho de Deus de verdade.

Terminando a travessia, chegaram uma cidade chamada Genesaré. Lá curou um monte de gente doente, trazidas de todas as regiões próximas. A galera ali pedia pra poder encostar em Jesus, pois só de dar uma reladinha nele, já eram curados.

Por Ariovaldo Jr - contato@bibliafreestyle.com.br

COMPARTILHE: