Marcos 14

11/03/2013

Faltando dois dias pra páscoa, os religiosos já armavam um plano pra matar Jesus fora da festa, pra não dar na telha do povão.

Enquanto Jesus tava na casa de um sujeito que tinha lepra chamado Simão, veio uma mulher com um creme mó cheiroso e caro e começou a fazer um tratamento capilar em Jesus ali mesmo. Os comunistas já começaram a dar xilique, pois diziam que aquilo era um desperdício e que deveriam ter vendido e repartido o dinheiro com os pobres. Mas Jesus disse: "Parem de perturbar essa mulher, pô! Vai ter pobre pra sempre pra vocês poderem repartir o que tem, mas eu tô aqui só mais uns dias. Ela nem sabe, mas tá me preparando pra ficar bonitão no túmulo. E eu garanto que essa história vai ficar escrita na Bíblia pra que ela seja lembrada pra sempre."

Judas Iscariotes, que era um dos discípulos de Jesus, procurou os religiosos pra ver quanto que poderia ganhar vendendo informações privilegiadas. E eles prometeram dar uma grana preta pra ele caguetar Jesus.

Nos dias em que se matava o animal que seria assado na páscoa, os discípulos perguntaram pra Jesus onde ele ia querer fazer a janta. E ele falou pra irem pra cidade e acharem um cara transportando água. Era só perguntar pra ele que o tal iria descolar um lugar maneiro. Indo eles, acharam um lugar super legal, prontinho pra curtirem a festa. No final da tarde foram todos pra lá.

Jesus que já manjava as coisas, disse pros discípulos quem um dos que tava sentado na mesa iria traí-lo. E a galera começou a ficar triste, pois cada um tinha medo de ser ele próprio. E Jesus disse: "Eu vou nessa, mas coitado do safado que me entregar. Seria melhor esse maluco não ter nascido."

Aí pegou o pão e dividiu em pedaços, repartindo com todos. E disse: "Peguem aí galera, comam por que esse é o meu corpo."

Também pegou um copão de vinho e, agradecendo ao Pai por ele, deu pra todo mundo beber. E disse: "Isso é o meu sangue, que marca uma nova aliança, e que tá sendo derramado por muitas pessoas. Aproveitem por que não irão beber dele até o dia que chegarem no Reino de Deus."

Então cantaram uma música (não, não tinha ministério de louvor entre os discípulos) e foram pro monte das Oliveiras. Jesus já avisou que todos eles iam se cagar de medo e vazar, pois quando o pastor é ferido, as ovelhas fogem. E também disse que os encontraria na Galiléia depois.

Pedro querendo dar uma de machão, disse que não iria fugir nem a pau. E Jesus disse: "Antes do galo cantar duas vezes você já vai ter mijado no barranco três vezes". Mas Pedro se achava demais, e dizia que preferia morrer do que passar por isso.

Foram então pra um lugar chamado Getsêmani, e deixou os discípulos morgando enquanto ia orar. Levou só Pedro, Tiago e João junto. E ele tava triste pra caramba. Dava pra ver o desespero na cara. E orava: "Paizinho, você é que manda nessa bagaça toda, então se rolar alivia o meu lado. Mas se não rolar, então que seja como o senhor quer!"

Virando-se, viu Jesus que os três que foram junto tinham dormido. Ele deu um esporro na galera e disse pra que ficassem espertos, por que o espírito está pronto mas a carne da gente não colabora. E voltou a orar as mesmas coisas. Aí pegou os malas dormindo de novo, e deu o esporro novamente.

Depois de ter orado pela terceira vez, liberou a galera pra dormir, pois tava chegando a hora dele ser preso.

Jesus acordou todo mundo e disse: "Bora lá que o X-9 tá chegando". E nisso chegou Judas, na maior cara de pau do mundo, e beijou Jesus no rosto dizendo: "Mestre, mestre!". O safado tinha combinado com os guardas de prenderem quem ele beijasse. E assim o fiadamãe entregou Jesus.

Os guardas voaram em Jesus e o prenderam. Um dos que estavam ali pegou uma espada e cortou a orelha de um estagiário dos religiosos. E Jesus disse: "Eu tava todo dia lá no templo ensinando, por que não me prenderam lá? Precisava vir armado como se eu fosse ladrão de banco?". E os seus discípulos vazaram todos de medo. Inclusive tinha um cara que tava pelado enrolado apenas um lençol, mas como os guardas seguraram no pano, ele saiu correndo pelado mesmo.

Pedro foi escondido acompanhando de longe os guardas que prenderam Jesus, e se misturou no pátio do templo para onde o levaram. Lá tinha um monte de gente contando mentiras a respeito de Jesus pra incriminá-lo, mas as histórias não batiam. Jesus nem se preocupava em negar aquelas mentiras, e os religiosos acharam isso muito estranho. Então o chefão lá do templo perguntou com todas as letras: "Fala aí maluco, você é o filho de Deus ou não?". E ele respondeu: "Eu sou. E fica na miúda que logo eu vou estar à direita de Deus, sentado numa nuvem igual o Goku."

O chefão deu um xilique louco, e disse que não precisavam de mais nada pra o condenarem a morte. E os crentes cuspiam nele, cobriam o rosto dele e davam-lhe uns bicudos só pra perguntarem zombando: fala aí quem foi que te bateu!

Pedro continuava lá mocado, mas a moça que servia café reparou bem nele e disse: "Ué, você não é também do bando de Jesus?". E ele negou e disse que nem sabia do que se tratava. O galo cantou bem naquela hora.

Quando a mulher comentou isso com outras pessoas, Pedro novamente disse que não sabia nem do que ela tava falando. E o galo cantou de novo.

Aí outras pessoas olhando bem pra ele, o reconheceram. E pra fugir do flagrante, começou a xingar e a jurar que não conhecia Jesus. Aí o galo cantou pela terceira vez, caindo então a ficha de Pedro. Ele na mesma hora lembrou de tudo que Jesus disse e saiu de lá chorando feito uma criança.

Ariovaldo Jr - contato@bibliafreestyle.com.br

COMPARTILHE: