Lucas 9

06/03/2013

Chamando seus doze discípulos, ensinou os passes mágicos pra eles poderem ter poder sobre os capetas e pra curarem as doenças do povão. Aí os enviou pra falarem das coisas de Deus enquanto iam sarando a galera.

Também explicou direitinho que não era pros caras ficarem carregando dinheiro e outros apetrechos. Nem roupa não era pra levar de sobra. Quando chegassem em alguma casa, era pra comer o que tivesse na geladeira. E se em alguma cidade não encontrassem alguém que os hospedasse, era pra irem embora sem crise nenhuma, deixando até a terra que grudou no sapato pra trás.

Então foram por várias cidadezinhas e distritos, falando das boas notícias de Jesus e curando as pessoas doentes.

O governador Herodes quando ouviu falar de tudo que estava rolando, desconfiou que Jesus fosse João Batista que tinha voltado dos mortos. Algumas outras pessoas achavam que era o profeta Elias ou algum outro. E na dúvida sobre quem seria Jesus, tentou encontra-se com Jesus pra tirar a dúvida.

Quando os discípulos de Jesus voltaram, chegaram contando tudo que fizeram de legal na viagem. Jesus vazou com eles pra um lugar afastado numa cidade chamada Betsaida. Mas o povão ficou sabendo e foi pra lá também. Como Jesus era legal pra caramba, recebeu todo mundo e ficou falando do Reino de Deus e curando os que precisavam.

Como já era tarde, pediu pros seus discípulos arrumarem um lanche esperto praquele povão todo, que somava pelo menos umas cinco mil pessoas (maior que a torcida do Santos). Os discípulos resmungaram que não sabiam o que fazer, pois só tinham cinco pães e dois peixes. Então Jesus mandou todo mundo sentar em grupos, e começou a dividir o rango com a galera. Depois de abençoar o negócio, acabou que todo mundo comeu com força, e ainda sobrou um monte de pedaços.

Em outro momento, estando sozinho depois de tirar um tempo de oração, Jesus perguntou pros seus discípulos quem o povo dizia que ele era. Eles contaram então que os boatos era de que ele seria ou o profeta Elias, ou algum outro dos profetas superstars do passado. Então Jesus perguntou: “Vocês por acaso sabem quem eu sou?”. E Pedro respondeu: “O escolhido, o enviado, o Cristo de Deus!”. E Jesus pediu pra que não saíssem espalhando isso pra ninguém.

Também disse que era necessário que ele ainda fosse preso, condenado pelos religiosos e morto, pra então ressuscitar no terceiro dia. E que se alguém
quisesse continuar o serviço que ele havia começado, que deveria negar seus próprios desejos e sonhos, pegar a sua própria cruz todos os dias e seguí-lo.

E ainda dizia: “Quem quiser se safar, já tá perdido. Quem der a sua vida por que me ama, esse aí já está salvo. Pensem um pouco e perceberão que nada nesse mundo vale mais do que a sua vida. Não adianta virar celebridade ou ficar milionário se isso te atrapalhar ser salvo. E quem tiver vergonha das coisas que eu digo, tenha certeza que vou sentir vergonha dessa pessoa também no dia que eu voltar pra fechar a conta desse mundo. Eu garanto que vai ter gente aqui que não irá nem morrer, pois irá assistir ao vivo o Reino de Deus.”

Uma semana depois, saiu pra dar um passeio com Pedro, João e Tiago. Foram os quatro num monte pra orar. Enquanto Jesus orava, começou a brilhar muitão. E a luz dele era tão grande, que parecia que era transparente. Então apareceram dois homens pra conversar com ele sobre a sua morte, que eram Moisés e Elias.

Quando os outros dois vazaram, Pedro perguntou pra Jesus se ele queria que fizessem um altarzinho ali pros três. E nem reparou na bobagem que estava falando. Aí uma nuvem começou a rodear todos eles e, do meio da nuvem, veio uma voz dizendo: “Escutem o que meu filhão querido diz”. O susto dos caras foi tanto, que não comentaram o acontecido com ninguém durante muito tempo.

Quando desceram do monte, já tinha aquele povão todo esperando. E um sujeito implorava que Jesus desse jeito no seu filho, pois ele tinha problema de encapetamento total, mas seus discípulos não foram capazes de resolver a treta. O capeta judiava muito do menino, só dando um pouco de sossego quando o machucava bastante.

Jesus mandou trazer o menino. E dizia: “Galera, vamos parar de tanga-frouxisse heim!”. Então Jesus deu ordem pro capeta vazar e o menino ficou curado, tendo sido devolvido novinho em folha pro seu pai.

O povo se emocionava com o que tinha visto, reconhecendo o quanto Deus era bom. Jesus então aproveitou o momento e engatou o assunto: “Olha gente, prestem atenção nas coisas que digo, porque eu vou ser preso”. Mas os idiotas não entendiam o que ele queria dizer, e ainda tinham vergonha de perguntar.

Num momento de pura falta do que fazer, começaram os discípulos a bater boca entre si pra saberem quem deles seria o mais bonito e importante. Jesus que manjava da malandragem de longe, pegou um menino e o colocou no meio de todos eles. E disse: “Quem receber um menino em meu nome, me recebe e recebe o Pai. Quem de vocês for o menor, como este menino é, este é que é grande de verdade.”

João então contou a Jesus que encontraram um cara que estava expulsando demônios no nome de dele, mas que o haviam proibido por que ele não tinha carteirinha de discípulo. Jesus então disse que não era pra fazer isso, pois quem não atrapalha, ajuda.

Chegando perto o dia de vazar desse mundo, Jesus avisou seus discípulos que ia pra Jerusalém. Então mandou alguém na frente pra ir arrumando um lugar pra dormirem pelo caminho, mas quando os samaritanos (que era um povo que não se dava com os judeus) perceberam que iam pra Capital, não os quiseram hospedar. Aí os discípulos perguntaram: “Aí Jesus! Quer que a gente ore pra Deus mandar uma Genki Dama do céu pra destruir essa merda dessa cidade?”. E Jesus, dando bronca geral, explicou: “Putz, vocês realmente não sabem de que lado estão. Manés, eu não vim pra matar as pessoas, eu vim pra salvar!”. E então foram pra outra cidadezinha.

Ainda no caminho, apareceu um Zé Ruela dizendo que iria seguir Jesus por onde ele fosse. Então Jesus já avisou: “Olha dom, aqui o negócio é punk. Eu não tenho nem uma marquise pra proteger da chuva na hora de dormir”.

E Jesus disse a outro: “Bora andar comigo Zé”. Porém o cara pediu pra Jesus esperar seu pai morrer primeiro. E ele respondeu: “Deixa os mortos cuidarem dos mortos. Você vai ralar e falar do Reino de Deus!”.

Outro apareceu pedindo apenas pra ir despedir dos parentes antes de irem. Mas Jesus explicou que aquele começa a caminhar com Ele e olha pra trás, não serve pro Reino de Deus.

Ariovaldo Jr - contato@bibliafreestyle.com.br

COMPARTILHE: