Lucas 16

13/03/2013

E dizia também aos discípulos: "Um homem rico chamou seu empregado pra apurar a denúncia de que ele tava torrando seu dinheiro de maneira bagunçada. E o empregado percebendo que ia perder o emprego, resolveu fazer graça para os devedores do seu patrão, pra que quando estivesse no desespero, fosse recebido na casa destes e quem sabe até conseguiria um novo emprego. Então ele começou a diminuir a dívida dos outros, de maneira fraudulenta. É impressionante o como as pessoas safadas são mais prudentes do que as honestas!"

"Olha gente... Tá tentando fazer amigos com a riqueza que é fruto da injustiça? Quero ver se estes seus 'amigos' comprados poderão te receber no céu depois que você morrer."

"Quem é fiel nas pequenas coisas, também é fiel nas grandes coisas. E quem não é confiável nem em coisas pequenas, é óbvio que será pilantra nas coisas grandes. Se você não é honesto nem com as coisas dos outros, por que acha que merece receber o que é seu?"

"Ninguém pode servir a dois senhores, por que vai acabar gostando mais de um do que do outro. Não tem jeito de servir a Deus e ao dinheiro."

Os religiosos (que desde esta época já eram apaixonados por dinheiro), ficaram nervosos com essas coisas.

E continuou Jesus: "Vocês ficam aí se defendendo pras pessoas, mas Deus conhece o coração de vocês. Quem se eleva entre os homens, Deus sente nojo desta pessoa."

"A lei e os profetas duraram até João Batista. Desde então estamos anunciando o Reino de Deus e todo mundo faz o que pode pra entrar nele. Só não se esqueçam que é mais fácil passar o céu e a terra do que um mínimo detalhe da Lei perder sua validade."

"Quem abandonar sua mulher (ou marido) pra se casar com outra pessoa, é adúltero! E quem se casa com a pessoa que foi abandonada, também está em adultério!"

"Havia um homem rico que vivia aproveitando tudo do bom e do melhor. Mas na porta da casa dele tinha um mendigo que queria apenas comer as sobras. Os cachorros do dono lambiam as perebas do pobre. Aí morreram os dois, e o pobre foi pro céu, enquanto o rico pro inferno. Então rico via de longe ao pobre (chamado Lázaro) e gritava para que Abraão permitisse que ele molhasse o dedo na água e pingasse em sua língua, por que o negócio ali era tão doloroso, que qualquer alívio era bem-vindo. Aí Abraão disse que isso era impossível, por que ninguém pode passar do céu pro inferno e vice versa."

"Aí o que era rico pediu então pra Abraão mandar Lázaro pra avisar seus irmãos que ainda eram vivos. Mas Abraão respondeu que se eles não davam atenção aos profetas e às coisas que Moisés disse, então não ouviriam ninguém mesmo se um morto ressuscitasse."

Ariovaldo Jr - contato@bibliafreestyle.com.br

COMPARTILHE: