Hebreus 10

20/07/2017

Como quem vive debaixo de lei vê apenas a sombra do que realmente existe na eternidade, então a pessoa precisa ficar fazendo sacrifícios repetitivos pra tentar se aperfeiçoar. Se isso tudo fosse suficiente, eles não precisaram repetir os rituais, já que suas consciências teriam sido curadas do pecado.

Mas a verdade é que ano após anos o que rolava era a repetição da festa onde comemoravam os pecados, já que sangue de touros e bodes não servem pra tirar pecado de ninguém. E quando Jesus veio ao mundo disse a respeito do Pai: "Você não quis sacrifício e nem oferta, mas um corpo preparou pra mim. Queimar coisas e purificações não te agradaram em nada. Eu vim aqui pra fazer a sua vontade". E é bom que percebamos que desde lá no começo da Bíblia estava escrito tudo era sobre Ele mesmo. Jesus disse: "O Senhor não quis nada disso, então venho fazer sua vontade removendo as primeiras coisas e estabelecendo as que agora valem". Nessa vontade temos sido santificados pelo oferecimento do corpo de Jesus Cristo feita de uma vez só.

Tudo que os sacerdotes fazem dia após dia, repetindo sacrifícios e ofertas, não serve de nada pra tirar pecados. Mas Jesus ofereceu um sacrifício suficiente e agora está sentado ao lado direito do Pai, aguardando o dia em que todos os seus inimigos sejam colocados humilhados aos seus pés.

Com uma só oferta ele aperfeiçoou pra sempre os que serão santificados. O Espírito Santo confirma isso quando disse através do profeta: "Essa é a aliança que farei com eles depois daqueles dias. Minhas leis estarão escritas nos seus corações e entendimentos. E não me lembrei de seus pecados e iniquidades".

Onde há perdão dos pecados e iniquidades, não são mais necessários sacrifícios como oferta. Sendo então ousados, que a gente possa entrar no verdadeiro santuário de Deus pelo sangue de Jesus, através do novo e vivo caminho que ele nos habilitou para vivermos, não mais pela cortina de pano, mas pela sua carne, tendo um sacerdote bom de verdade sobre a casa de Deus.

Cheguem com um coração verdadeiro e com firmeza de fé, purificando a nós mesmos da má consciência e lavando o corpo com água limpa. E fiquemos firmes porque quem prometeu é fiel. Também considerem que existimos uns paa os outros, para estimular o crescimento do amor e das boas obras. E não abandonem o hábito de congregar (fazer parte da Igreja física) como virou costume de alguns, mas repreendam estes com mais ênfase, principalmente quando vamos vendo que o Dia do Senhor está próximo.

Se pecamos de propósito depois de já termos nossos pecados perdoados e experimentarmos do conhecimento da verdade, é bom considerar que não restou sacrifício algum pra resolver nossas tretas, mas sim juízo em fogo que vai destruir os adversários de Deus.

Se na Lei de Moisés o sujeito morria sem misericórdia alguma só pelo testemunho de duas ou três pessoas, imagine o quanto você está ferrado se pisar no Filho de Deus, desprezando o sangue que foi dado nesta aliança e ofender o Espírito dessa graça.

É terrível cair nas mãos do Deus vivo. Mas lembrem-se de como sofreram depois de terem seus entendimentos iluminados. Vocês foram feito parte de um espetáculo de dores para o mundo assistir. Do mesmo jeito que eu sofri na cadeia, vocês sofreram inclusive permitindo que seus bens fossem roubados, pois aprenderam que as coisas do céu que receberam são muito melhores e também eternas.

Não desistam de ser confiantes no que aprenderam, pois receberão generoso prêmio. E precisam de paciência pra que alcancem a promessa, depois de terem feito tudo que é a vontade de Deus. Mais um tiquinho de tempo e PIMBA! Ele não vai atrasar.

Mas o justo viverá pela fé. E se ele bundar e desistir, Deus não se alegrará nem um pouco com o tal. Lembrando que nós não somos dos que desistem para viverem como perdidos, mas somos daqueles que creem para a conservação da alma!

Por Ariovaldo Jr

COMPARTILHE: