Atos 24

15/04/2013

Quase uma semana depois, o chefe dos sacerdotes chamado Ananias foi lá junto com outros judeus pra se apresentarem diante do governador Félix contra Paulo. Levaram tambem um advogado chamado Tértulo, pra ver se o ferravam bonito com palavras bonitas.

E o advogado do diabo começou a acusação dizendo: "Félix queridão, chefinho amado, salve salve! Nós adoramos o seu governo! Como o senhor é bom pra gente!" (malditos advogados e suas palavras mentirosas!).

"Esse homem aí é uma peste! Ele montou grupos de pessoas no mundo inteiro ensinando coisas da seita dos nazarenos" (HAHAHAHA, engraçado pensar que os cristãos já foram chamados de seita, né?). "Pois ele tentou profanar o templo colocando gente pagã lá dentro e nós o prendemos conforme a nossa lei manda. Mas o político que presidiu a sessão da CPI contra Paulo tirou o fiós da reta e mandou ele pra cá. Escute o que nós tamos dizendo e tenho certeza que o senhor vai concordar com o que dizemos, vossa magnitude suprema salve salve!".

Paulo então pediu pra falar: "Tô ligado que você é governador dessas bandas já faz muitos anos. Pois quero me defender eu mesmo. E digo que há quase duas semanas eu fui pra Jerusalém pra adorar, e ninguém me viu nem falando com outras pessoas, nem lá e nem em outros lugares. Não podem provar as coisas que estão dizendo a meu respeito! Mas com relação a esse negócio aí de seita, confirmo que eu realmente por este caminho eu sirvo ao Deus de nossos antepassados, tudo conforme já ensinava a Lei e os profetas. Eu creio na ressurreição dos mortos e tenho uma consciência limpa tanto com Deus quanto com as pessoas."

"Fazia muitos anos que eu não vinha aqui trazer minhas esmolas e ofertas. Mas uns judeus vieram da Ásia pra atiçar esses caras aí a tentarem me matar. Só que nem os que começaram essa besteira toda estão aqui pra me acusar! Aliás, eu estive sendo julgado por eles esses dias todos, e confirmei com minha boca que estou sendo julgado por causa da fé na ressurreição dos mortos."

O governador Félix depois de ter ouvido a defesa de Paulo, pediu um prazo pra pensar. E disse: "Vou esperar o político Lísias chegar pra eu me informar melhor sobre esse CAMINHO que você falou, Paulo".

Alguns dias depois, Félix e sua esposa (que era judia) mandaram chamar Paulo pra que ele pudesse explicar que diabos era essa fé em Cristo. E Paulo foi falando sobre a justiça, a paciência e a condenação que estavam por vir. Félix ficou apavorado com tudo que ouviu, mandou Paulo ir embora pra cadeia novamnte. Na verdade ele queria receber uma graninha pra que pudesse soltar a Paulo, e o chamou várias vezes para interrogá-lo, mas nunca recebeu nada, pois Paulo era crente de verdade e não pagava propina.

Passados dois anos, Félix saiu do governo, sendo sucedido por um sujeito chamado Pôrcio Festo. Mas pra agradar os judeus (que eram um pé no saco), acabou deixando Paulo preso.

Ariovaldo Jr - contato@bibliafreestyle.com.br

COMPARTILHE: