Atos 18

09/04/2013

Depois de todo esse bafafá Paulo foi pra Corinto (de onde provém todos os corinthianos). Lá conheceu um casal de judeus chamado Áquila e Priscila, que haviam vindo da Itália porque os judeus foram expulsos de Roma. Esse casal fabricava tendas, que curiosamente também era a especialidade de Paulo. É meus amigos, nessa época o missionário trabalhava pra se sustentar, ao invés de ficar reclamando que as Igrejas locais não investem em missões!

Aos sábados Paulo ia pro templo e convencia judeus e gregos das coisas de Deus. Quando Timóteo e Silas chegaram da Macedônia, Paulo então parou do que estava fazendo e ficou por conta de ensinar aos judeus que Jesus era o Cristo. Os judeus eram gente religiosa e apegados demais às tradições, por isso desprezaram o conhecimento a respeito de Cristo. Paulo ficou tão puto com isso, que disse: "O sangue de vocês agora é responsabilidade de vocês! Se não querem ouvir a verdade, eu vou é embora pra ensinar os pagãos! Se não querem, saibam que tem que queira!".

Saindo do templo Paulo foi na casa de um homem logo ali do lado, chamado Tício. Ele era um homem que servia a Deus de verdade. O cara que liderava o templo chamava-se Crispo e também creu em Jesus junto com toda sua família. Muitos dos corinthianos creram no que Paulo ensinou e foram batizados. E Paulo teve uma visão dada por Deus que dizia que não era pra ele parar de falar. E ouviu também: "Se concentra no trabalho que eu estou com você nessa. Ninguém vai fazer mal algum a você, pois muitos dos corinthianos me respeitam nessa cidade!".

E Paulo ficou um ano e meio ensinando as coisas de Deus aí.

Depois de tudo isso se juntaram os judeus da região e levou Paulo ao tribunal. E diziam que seu ensino orientava pessoas a desobedecerem a Lei pra obedecerem a Deus. Mas Gálio (governador da região), disse que se houvesse algum crime nisso, aí sim faria sentido essa reclamação toda. Afinal, estavam discutindo por causa de ideias e não de fatos concretos. E acabou expulsando todo mundo do tribunal.

Os gregos foram pra porrada com o líder dos judeus, mas o governador Gálio fez que nem viu.

Paulo ficou um tempão ali com os irmãos e depois foi pra Síria junto com Áquila e Priscila. Antes de vazar Paulo raspou a cabeça, porque havia feito um voto com Deus.

Chegando em Éfeso, deixou o casal de lado e foi pro templo pra discutir com os judeus. Ele se despediu dos dois dizendo que era importante voltar pra Jerusalém pra aproveitar as festas religiosas pra falar de Jesus. E disse: "Se Deus quiser, volto a ver vocês em outra oportunidade". Aí vazou de Éfeso.

Ele foi até Jerusalém pra dar um salve pros irmãos e depois partiu pra Antioquia. Tendo ficado ali, aproveitou o tempo pra ir nas Igrejas próximas pra confirmar a fé dos irmãos da região.

Lá em Éfeso apareceu um homem judeu chamado Apolo, que era violentíssimo no conhecimento das Escrituras e também falava muito bem. Ele conhecia muito bem o Caminho de Deus, embora tinha conhecido apenas o batismo de João! Olha que coisa insana! Quando Áquila e Priscila o viram, ficaram amigos dele e contaram as novidades a respeito de Jesus que ele ainda não sabia.

Depois ele resolveu partir pra Acaia, e o casal os recomendou aos irmãos de lá pra que o hospedassem. E que cara espetacular era este Apolo! Ele falava das coisas de Jesus com muita autoridade, convencendo publicamente os judeus que segundo as Escrituras Jesus era o Cristo enviado por Deus.

Ariovaldo Jr - contato@bibliafreestyle.com.br

COMPARTILHE: