1 Corinthians 14

13/08/2013

Busquem o amor e com dedicação os dons espirituais, mas principalmente o de trazer ao conhecimento dos homens as coisas de Deus. Porque quem fala em idiomas desconhecidos fala só com Deus, pois ninguém entende bulhufas e em seu espírito fala em mistérios. Mas quem traz o conhecimento aos homens (ou seja, profetiza), fala aos homens para que eles cresçam, para que sejam corrigidos e para que sejam consolados.

Quem fala em idiomas desconhecidos só ajuda no crescimento de si mesmo. Quem profetiza ajuda no crescimento das pessoas. Claro que seria massa que vocês todos falassem outros idiomas, mas seria muito melhor se profetizassem. Quem profetiza é mais importante do que quem fala em idiomas desconhecidos, a não ser que haja alguém pra traduzir o que tá sendo dito e assim as pessoas possam aprender.

Se eu for aí falando labashurias indenévrias que ninguém entende, de que adianta? Não é muito mais útil falar por meio de revelação, ciência, profecia ou doutrina? Os instrumentos musicais fazem sons, mas se o que for tocado não for estiver em uma ordem compreensível de notas e acordes, tudo não passa de barulho. Se a corneta de acordar os soldados for tocada errado, quem vai se preparar pra batalha?

Por isso também digo que se vocês não disserem coisas que são claramente compreensíveis, como que alguém vai entender algo? É como falar pro vento.

Existem um monte de idiomas no mundo, mas nenhum deles é sem significado. Se eu ignorar o sentido racional da fala, seremos como um estrangeiros um para o outro.

Então quem deseja dons espirituais que procure primeiro o que é útil pra igreja. Quem fala em idiomas desconhecidos que ore pra que possa entender o que diabos fala. Orar palavras que ninguém entende significa que seu espírito sabe orar, mas seu entendimento continua boiando no assunto. Sabe o que devemos fazer? Buscar as duas coisas. Ore com o espírito, mas também com a sua racionalidade. Cante com o espírito, mas também com sua mente.

Que adianta falar das coisas de Deus em espírito se os outros que não compreendem essas palavras não saberão se convém falar AMÉM no final das coisas que você diz? Você pode até estar dando graças a Deus, mas o outro não aprendeu absolutamente nada.

Dou graças a Deus porque eu falo mais idiomas do que todos vocês. Mas mesmo eu sendo o mais foda nesse dom, ainda sim prefiro falar cinco palavras da minha própria inteligência pra que outros possam aprender algo, do que dez mil em idiomas desconhecidos. PelamordeDeus galera, não sejam crianças no entendimento. Sejam crianças apenas na malícia!

Falar idiomas desconhecidos é um sinal só pra quem ainda não crê. E a profecia (revelar os mistérios de Deus) é só pra quem crê. Se a Igreja se reunir num lugar e cada um começar a falar em idiomas desconhecidos, quem ainda não crê não vai achar que vocês são um bando de loucos? (1 Corinthians, bando de loucos... sacou?)

Mas se todos profetizarem e alguém que ainda não crê entrar, será convencido acerca da verdade e será conhecido por todos. Aí os segredos do coração do sujeito ficarão explícitos e ele colocará o rosto no chão para adorar a Deus e afirmando publicamente que encontrou o Senhor no meio de vocês.

Que o culto seja um lugar massa. Quando estiverem juntos, que um cante, outro ensine, outro revele, outro fale em idiomas estranhos e que outro interprete. Tudo pra trazer crescimento. E se alguém falar em idioma desconhecido, que sejam dois ou três no máximo e que haja quem traduza. Se não tiver quem traduza, então fique calado na igreja. Fale baixinho somente pra si mesmo e pra Deus.

E que dois ou três profetas falem, enquanto são julgados pelos demais pra ver se realmente o que foi dito confere com a verdade. Mas se um outro receber alguma revelação, que o primeiro deixe o outro falar. Todos poderão profetizar, desde que façam o negócio de maneira organizada. Tudo pra que todos aprendam e recebam consolo de Deus.

Lembrem-se que o espírito dos profetas obedece a vontade dos profetas (CHUPAAAAA ESCANDALOSOS!). Porque Deus não é de confusão mas de paz, assim como acontece em todas as igrejas onde os santos se reunem. Que as mulheres entendam seu lugar no culto, não ocupando a função dos homens. Tem mulher falando demais onde deveriam permanecer caladas. Se querem discutir alguma coisa, que façam isso em sua própria casa com seu marido. Porque é ridículo ver as mulheres falando na igreja do jeito que querem.

Por acaso a palavra de Deus veio de vocês? Ou ela foi dada só pra vocês? Então se alguém aí tá se achando especial (profeta, ou espiritual), que reconheça que tudo isso que estou ensinando é mandamento de Deus. Mas se alguém ignora o que digo, que ignore!

Por isso irmãos, procurem com dedicação a capacidade de profetizar. E não proibam o falar em idiomas desconhecidos, mas que tudo seja feito com decência e ordem.

Ariovaldo Jr - contato@ariovaldo.com.br

COMPARTILHE: